Archive | LONDON LIFE RSS feed for this section

KATE MIDDLETON E SUA SUTIL RESPOSTA AOS INVEJOSOS

4 May

Hoje é feriado aqui na Inglaterra. Estou tomando café, olhando a paisagem na janela, e pensando no nascimento da linda princesinha. Lembro perfeitamente quando o príncipe George nasceu, pouco mais de 1 ano depois do nascimento da minha filhinha, era verão na Europa, Kate Middleton escolheu um vestidinho azul para sair do hospital, quando vi a primeira imagem dela na televisão pensei: que linda, que mãe graciosa, como ela está brilhante.

Mas os tablóides não “pensaram” da mesma forma. Horas depois fico chocada com inúmeras matérias “dissecando” a vida da duquesa de Cambridge, com relatos detalhados de como havia sido sua gravidez e com comentários maldosos sobre tamanho de sua barriga depois de sair do hospital. As perguntas e comentários variavam entre: “Por que ela não escolheu outro modelo de vestido para não marcar a barriga? Por que ela não usou uma cinta para disfarçar? Nossa, depois do parto ainda está com esse barrigão, parecendo uma grávida de 6 meses.”…

Duquesa e Duque de Cambridge com o recém nascido Princípe George

Duquesa e Duque de Cambridge com o recém nascido Princípe George

E o tico e teco dos meus botões só me faziam pensar: Meu Deus, que preço alto essa moça tem que pagar por ser quem é. Depois de passar por um trabalho de parto ainda ter que ir ali acenar para o povo, cumprindo protocolos reais, e enfrentar essa avalanche de maldade mundial, é demais para qualquer ser humano. Quase enfartei quando li uma jornalista dizendo que a princesa era uma formadora de opinião e por isso deveria se preocupar mais com a imagem. Fiquei me perguntando se essa infeliz já teve filho alguma vez na vida ou se ela pelo menos tem conhecimento de como é ter um. GENTE A MULHER ACABOU DE PARIR e vocês querem que ela esteja com o corpo de antes, no dia seguinte ao parto? HELLO PEOPLE, ACORDEM!

Tenho asco de gente invejosa e pavor de jornalismo sensacionalista (embora é o que mais se veja no mundo atual). O dia que eu precisar ganhar meu pão no esquema paparazzi e notinha mal intencionada morrerei de fome.  As redes sociais são facilitadoras para que essas opiniões corram como pólvora, qualquer babaca ganha voz com elas, e desde que o mundo é mundo sempre existiu e existirá o “zé-povinho” louco para falar mal e ver um circo pegar fogo.  Haja paciência e muita terapia para os integrantes da realeza, e para todo o resto dos famosos no mundo inteiro (estou falando de famosos de verdade, não dos BBBs).

Bem e como o mundo é mundo, e o que é notícia num dia no outro cai no esquecimento, a barriga da Kate diminuiu (claro), o lindinho George passou a ser o centro das notícias, e a roda da fortuna continuou a girar. Mas eis que de repente temos outro “royal baby” a caminho. Torci muito e vibrei quando soube que era uma menina, presente dos céus para a família real. Quando vi a primeira imagem de Kate sorri de orelha a orelha: mas que princesa linda, saiu do hospital DIVANDO, num salto 10, dando tchauzinho para o povo, e ainda por cima com um vestidinho largo, porque ela é esperta,  e gato escaldado tem medo de água fria, né? Ela escolheu um modelo que não ressaltasse a barriga para não receber novamente uma avalanche de críticas,  como no nascimento do pequeno George. Do alto de sua elegância, deu sua sutil resposta aos maldosos de plantão.

Kate, William e pequena Charlotte

Kate, William e pequena Charlotte (Foto: new my Royals)

Tudo lindo, maravilhoso,  mas aí ontem antes de dormir deparo com a seguinte notícia: “JORNAIS QUESTIONAM DATA DE PARTO DE RECÉM-NASCIDA DE KATE MIDDLETON. Aparência de duquesa de Cambridge horas depois de dar a luz levanta suspeita sobre o real dia do nascimento da menina.” As notícias são da imprensa russa e o resto do mundo reproduziu. Eles chegam a cogitar a ideia que talvez a Duquesa sequer tenha dado a luz à menina, que podem ter contratado uma barriga de aluguel.

TÔ de novo CHOCADA, é muita teoria da conspiração, nem vou comentar a ideia ridícula que ela não teve a filha, mas lanço a pergunta: Vocês acham mesmo que os príncipes anunciariam uma data errada para o nascimento da menina, armariam uma palhaçada dessas? PRESTEM ATENÇÃO eles são ingleses, inteligentes, cultos, fazem parte da realeza, nasceram literalmente em berço de ouro, esmeraldas e diamantes, vivem uma vida cheia de protocolos, mas justa como a maioria dos europeus.  Vão ficar mentindo para a eternidade a data de nascimento da criança para que? Porque a duquesa queria aparecer esbelta nas fotos? Não faz o estilo deles.  ME POUPEM!

Kate, Wiiliam and little Charlotte (Foto: New my Royals)

Kate, Wiiliam and little Charlotte (Foto: New my Royals)

O que acontece é que o mundo precisa de notícias:  se ela está com barriga grande é uma “desleixada” não se preocupou com a imagem (aff), se está linda de morrer não é possível ter tido filho e estar DIVANDO desse jeito no mesmo dia. Mas a verdade é: SIM, Kate teve a bebê e 10 horas depois estava linda em frente ao hospital, é possível SIM. Kate deu a luz pela manhã em um parto normal e super rápido, saiu no mesmo dia do hospital porque na  Inglaterra e em vários países da Europa, como na Holanda por exemplo, as mulheres que tem filhos de parto normal (a maioria),  se estiverem bem e sem complicações pós-parto, vão para casa no mesmo dia e tem visitas diárias de uma enfermeira para acompanhamento da mãe e do bebê.

Eu tive minha filha de parto normal, foram 9 horas de trabalho de parto até minha Valentina chegar, ela nasceu às 9 da noite e às 5 da manhã (ou seja 8 horas depois) eu estava tomando banho e lavando meu cabelo sozinha, porque eu havia suado muito no parto e me sentia bem o suficiente para não precisar de enfermeira para me ajudar. Quem foi me visitar no dia seguinte não acreditava que eu tinha acabado de ter um filho, dos 8 Kg que eu engordei na gravidez, mais da metade ficaram na maternidade, perdi os demais nos meses seguintes amamentando. No dia seguinte ao nascimento da minha filha jornalistas me ligavam sem saber que eu tinha tido bebê e eu trabalhei e fechei várias matérias pelo telefone como se estivesse no escritório, entre uma mamada e outra.

Garanto que com uma boa maquiagem e uma escova nos cabelos, muitas mulheres que tiveram filho como a princesa, através de um parto normal,  poderiam estar ali no lugar dela. Não todas, mas muitas poderiam SIM. O melhor de tudo foi ver que ela se montou num salto 10, desceu as escadas vagarosamente, apoiada no príncipe,  com a filhinha nos braços, permaneceu menos de 5 minutos dando tchauzinho, DIVOU lindamente para quem quisesse ver, mandou “beijinho no ombro” para as recalcadas e invejosas de plantão, calou a boca do povo maldoso que “esculachou” a pobre coitada no nascimento do primeiro filho, e se recolheu aos seus “aposentos reais”. PONTO!

Não é milagre, cada corpo reage e se recupera de uma forma, não existem regras para o nascimento de um filho,  e o início nunca é fácil para nenhuma mulher, mas o que precisa existir, independente se a mãe teve um parto normal, cesárea, parto natural, na água, de cócoras, seja o que for… é o respeito pelo outro,  e isso infelizmente é o que mais falta no mundo.

PARABÉNS MINHA PRINCESA, SUA BELEZA INTERNA E TUDO O QUE VOCÊ É ME REPRESENTA! 

Vida longa à pequena Charlotte Elizabeth Diana!

Amamos viver na Terra dos Reis!

Silvia

PARQUE DA PEPPA PIG NA INGLATERRA

2 Jul

Essa semana contamos aqui no blog porque gostamos tanto do cartoon britânico Peppa Pig e porque ele é sucesso no mundo todo, sendo transmitido em 180 países e tendo virado febre no Brasil desde que desembarcou em terras verde e amarelas,  há pouco mais de 1 ano. Para quem ainda não conhece, a Peppa  nasceu há 10 anos, é uma pequena porquinha que vive com seus pais e seu irmão mais novo, George. O desenho é super educativo e transmite mensagens positivas através das questões do cotidiano e da convivência da família.  

Peppa e George

Peppa e George

Para quem ainda não sabe na Inglaterra existe um Parque da Peppa Pig, que fica a 1 hora e meia de Londres e foi vencedor do Traveller’s Choice em 2013, e não é para menos, o parque é lindo, cheio de atrações para as crianças e super estruturado, uma opção de passeio maravilhosa para as famílias e turistas  aqui na Terra da Rainha, ainda mais para quem é fã do cartoon. O Peppa Pig World fica dentro de um outro parque,  o Paultons Park que tem atrações para crianças e adultos, eles são interligados, então você entra pelo Paultons e tem acesso ao Peppa, mas pode usufruir dos dois durante todo o dia pagando um bilhete só.

Mapa Parque Peppa Pig

Mapa Parque Peppa Pig

Logo que chegamos nos chamou atenção  uma área com animais de várias espécies como flamingos, garças, suricatas, entre vários outros,  é como um mini zoológico, cada um tem seu espaço com informações sobre os bichinhos, origem, o que comem etc… eu adorei, as crianças amam ver os animaizinhos ali ao vivo, e tê-los no Parque de diversões nos surpreendeu bastante. Também adoramos as áreas verdes presentes em todo o Parque, uma delícia para as crianças correrem e para fazer piqueniques.

Aliás uma dica super valiosa é exatamente essa, na Europa e especialmente na Inglaterra as pessoas amam fazer piqueniques, os ingleses são realmente mestres nisso, nas lojas de departamentos existem kits com cesta, toalhas e talheres para os “encontros” ao ar livre, então se o dia estiver bonito aproveitem. Para quem prefere praticidade não tem problema, o parque tem várias lanchonetes, cafeterias e sorveterias espalhadas por toda sua extensão, ninguém vai passar fome por lá.

Outra coisa que achamos super legal é o aluguel dos stollers em formatos de carrinhos infantis para passear pelo parque, se você não quiser levar o carrinho da criança pode alugar um desses que leva 1 ou 2 pequeninos, uma forma fácil de transportar os pequenos quando estiverem cansados, e ao mesmo tempo é divertido para eles. Mas para quem preferir seu próprio carrinho não tem problema, em cada entrada dos brinquedos os pais fazem uma espécie de estacionamento de stroller.

As atrações são diversificadas e a maioria são para crianças pequenas acompanhadas de adultos, o que transforma o passeio  muito mais divertido. Eles poderão conhecer o dinossauro do George, o trem e o barco do Vovô Pig, o balão da Peppa, o carro do Papai Pig, o helicóptero da Miss Rabbit entre diversos outros, no site do parque é possível visualizar informações de cada atração, inclusive altura mínima para entrar em cada brinquedo. Há também um playground com acqua play dentro do Parque, acho que Valentina se divertiu mais lá do que em alguns brinquedos. Outro espaço que adoramos é a piscina com shows dos pinguins, uma graça, é preciso verificar os horários de apresentações.

Papai Dani Pig e sua filhotinha Nina Pig

Papai Dani Pig e sua filhotinha Nina Pig

COMO CHEGAR: Como moramos em Londres fomos de carro e decidimos ir e voltar no mesmo dia, mas para quem curte parques de diversões  pode ficar hospedado próximo ao Paultons e visitar os parques por 2 dias,  tem atrações suficientes para as crianças e os grandões. Para chegar de carro no Parque é muito fácil (guiado pelo GPS), mas também fiz  uma simulação com nosso endereço pelo Google Maps indo de transporte público. Você pode simular seu roteiro, a partir do endereço que for sair de Londres ou de outra cidade através desse link disponível no site: http://www.theaa.com/route-planner/index.jsp

DESCONTOS NOS TICHETS: Se você comprar os tickets com antecedência consegue descontos. Compramos direto pelo site, imprimimos os vouchers e levamos no dia. É  muito simples: https://paultonspark.co.uk/tickets/buy

ENTRADA VIP: Ah e uma dica bacana para os super fãs da família Peppa é o PASSE VIP para conhecer os personagens pessoalmente e entrar no Parque antes que ele abra, entre 9 e 10 da manhã, nesse período as crianças poderão usufruir de uma área de recreação específica para cada idade e ainda encontrar os personagens para interagir e fotografar. Mas atenção, essa opção não está disponível todos os dias e é claro, tem uma taxa extra, para crianças acima de 3 anos por exemplo o custo adicional é de 18,50 pounds, ou seja quase R$ 80,00 a mais. Informações no link: http://peppapigworld.co.uk/oink/2014/02/37/peppa-s-early-play-ride-pass

Ah e a informação final é: Chequem no site as datas que o Parque está aberto e horário de funcionamento, no inverno eles não abrem  e mesmo no verão eles costumam fechar  no máximo às 17h30, então cheguem cedo para aproveitar. Vale a pena!

Informações gerais do Parque: http://www.peppapigworld.co.uk

Amigos, hoje ficamos por aqui e esperamos que vocês tenham gostado da nossa aventura no Parque da Peppa Pig, e é claro, que sirva como dica para quem mora na Inglaterra ou eventualmente esteja passando férias na terra da Rainha.

Um beijo muito especial para os amigos da família Girocoffee, e ÓINK ÓINK para todos vocês!

FAMÍLIA GIROCOFFEE

LIÇÕES DE VIDA DA PEPPA PIG

29 Jun

Qual a mamãe ou o papai de crianças entre 0 e 5 anos, talvez um pouco mais, que não conhece a Peppa Pig? Quase impossível. A porquinha rosa mais amada da Inglaterra desembarcou no Brasil há pouco mais de 1 ano mas já é  sucesso absoluto entre os pequenos brasileirinhos e suas famílias. O desenho Peppa Pig foi criado em 2004 na Inglaterra e atualmente é exibido em 180 países. Recebeu diversos prêmios da indústria da animação, entre eles o BAFTA em 2005 e 2012, e o The British Animation Awards, em 2006.

Peppa, mamãe e papai Pig e Geoge

Peppa, mamãe e papai Pig e George

A Peppa é uma pequena porquinha que vive com seus pais e seu irmão mais novo, George, que adora dinossauros; além do núcleo familiar os porquinhos também convivem com o vovô e a vovó Pig, o amiguinho Danny Dog e uma série de personagens do mundo animal como coelhinhos, ovelhas, cães, gatos, zebras e muitos outros.
Quando conheci o desenho ele acabava de chegar ao Brasil, Valentina ainda não tinha 1 ano e  deixávamos ela assistir televisão só por um curto período da tarde, testamos alguns canais e programas para ver o que ela mais gostava e não teve jeito,  a porquinha foi a eleita.
Núcleo Peppa Pig e seus amigos

Núcleo Peppa Pig e seus amigos

Nós adoramos o desenho porque ele é educativo e transmite mensagens positivas através das questões do cotidiano e da convivência da família. Em alguns episódios  Peppa cuida do irmão mais novo demonstrando  a importância de se desenvolver responsabilidades desde cedo nunca deixando de se divertir, afinal eles são crianças. Em cada episódio são apresentados problemas simples  mas que através da busca das soluções enaltecem a importância da família unida.
As interações entre os personagens são positivas, eles são modelos de bom comportamento, demonstram e expressam seus sentimentos com verdade, ajudam uns aos outros num sistema de cooperação familiar e ao mesmo tempo divertem-se até com as dificuldades.
Peppa e amigos jogando

Peppa e amigos

A semana passada assisti  com minha filhota um episódio onde o carro do Papai Pig quebrou e enquanto o mecânico consertava  emprestou outro veículo para a família. Quando voltavam para casa o Papai acionou um botão que abria a capota e depois não conseguia mais fechar, começou a chover,  Papai Pig apertava todos os botões, dos faróis, do retrovisor, do alarme, de tudo, todo mundo molhado e nada de conseguir fechar a capota do carro. Peppa, George e mamãe Pig tentavam ajudar,  até que o último botão acionado deu certo. Depois da confusão a família da Peppa morreu de rir de todo mundo molhado…
Família passeando de carro

Família passeando de carro

É só um desenho,  mas acreditem, refleti sobre várias questões naquele dia, me coloquei na situação e pensei o quanto ficaria nervosa com meu marido se ele abrisse a capota do carro e nos molhássemos com a chuva, perguntaria por que ele não leu o manual do carro, por que não perguntou ao mêcanico como funcionava…provavelmente não resolveríamos a questão com a calma da família Peppa.
Talvez porque não somos porquinhos integrantes de uma família linda e simpática dentro de um desenho animado, somos humanos, mas sempre é possível apreender,  tentar relaxar e resolver os problemas com mais tranquilidade, afinal se não temos grandes  intempéries na vida, as pequenas questões do dia a dia podem ser solucionadas com calma, amor, e até nos fazer rir, é isso que nos ensina a porquinha.
Minha princesinha vestida de Peppa

Minha princesinha vestida de Peppa

Peppa Pig e sua família são lindos, seus exemplos são lições de autoestima, reforçam a importância de sempre ajudar as pessoas e ensinam  aos nossos filhos o valor da família e das verdadeiras amizades. É claro que não devemos esperar que um desenho animado “eduque” nossos filhos, mas disponibilizar um conteúdo afinado com nossas ideias, com as premissas da nossa casa e com nossos exemplos de vida sem dúvida é bem legal.
Ponto para os ingleses,  que no meio de uma programação infantil tão ruim ao redor do mundo, se destacaram criando essa preciosidade.
Ah, e a família Girocoffee visitou o Parque da Peppa Pig na Inglaterra e vai trazer para vocês TODAS as dicas e novidades desse lugar maravilhoso para levar as crianças.
Aguardem!
Um beijo com todo nosso carinho e ÓINK ÓINK para todos vocês, é assim que a família Peppa faz.
Silvia Lourenço