A chegada do café no Brasil

21 Jan

Não é difícil encontrar apreciadores de cafés por aí, pessoas que assim como nós adoram essa bebida, procuram experimentar novos sabores, e costumam finalizar suas refeições com o gostinho saboroso dos melhores blends. A maioria sabe  como o café  é feito, já viu em algum programa de tv, já leu em algum lugar, sabe que existem inúmeras fazendas de café no Brasil,  que nosso país já teve um período na história chamado “Café com Leite”….  mas como o café veio parar aqui, você sabe?


Pintura de Candido Portinari – O Lavrador de café – 1939.

O café foi descoberto no séc III d.C. na Etiópia por um pastor de cabras chamado Kaldi, que percebeu que seu rebanho ficava mais agitado ao comer umas frutinhas vermelhas de um arbusto. Assustado com o resultado consultou os monges da região, que ficaram intrigados com o perfume das frutas quando eram torradas. O aroma convidativo fez com que os monges fizessem uma poção, fervendo os frutos na água. Eles notaram que depois de ingerir a bebida  não tinham  mais sono. Pronto, foi criado o café.

Da Etiópia o café foi para as Arábias, Turquia e conquistou a Europa, onde se tornou referência de requinte e sofisticação. Apreciado pela alta-sociedade e elite pensante da época, o cafézinho vinha sempre acompanhado de uma boa discussão nas cafeterias das cidades. Como o clima da Europa não favorecia o cultivo do grão, os países começaram a plantar café em suas colônias.

A França fez o cultivo dos grãos na Guiana Francesa, de onde foi trazido para o Brasil pelo Sargento Francisco de Mello Palheta, que foi presenteado pela esposa do governador da Guiana, com um ramo de flores que escondiam as sementes, anteriormente negadas  pelo governador. Da Guiana veio direto para o Pará e Maranhão e assim começou a ser plantado no Brasil.

No entanto foi na atual região sudeste do país que o café se adaptou melhor  e encontrou as condições climáticas e comerciais favoráveis para sua produção. Aqui ele teve papel importante no desenvolvimento dos estados de São Paulo e Minas Gerais, hoje o maior produtor do país.  Atualmente o Brasil é o maior produtor e exportador mundial do café, com 48,09 nilhões de sacas de 60 Kg por ano, segundo a ABIC.

Portanto, ao tomar o seu cafezinho lembre-se de agradecer o Sargento Palheta por ser um nobre galanteador, e conseguir  trazer para nosso país um dos segredos de Estado mais cobiçados da época.

Saúde!

Daniel

Fonte: Café Um Guia do Apreciador (Francisco Alberto Pino e Celso Luis Rodrigues Vegro).

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: